segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Tão perto e tão distante


Tão perto e tão distante... 
Sinto no sol o calor do teu abraço...
Um abraço leve, solto mas apertado... que prende… que magoa... que desperta... que segura e larga no mesmo instante. 
Um olhar que atraiçoa e me faz acreditar de novo... me faz renascer das cinzas e do pó e no mesmo instante me derruba... me faz cair na lama e reabre as feridas de ontem...
Um coração que faz acreditar... que faz sonhar... que faz amar... que faz odiar... que faz chorar... 
Maldição...
Sentimentos que me sufocam... que provocam pânico... medo... alegria… tristeza... dor... amor...
Maldição...
Olho por momentos para dentro de mim... revejo todos estes sentimentos... Olho de novo e... 
Voltei a amar...

Xaninha Silva



Nenhum comentário:

Postar um comentário