segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Terra Árida

Dou às coisas uma importância que elas não têm, insisto em querer ter todas as respostas e entender todos os porquês. Às vezes finjo que me esqueço e que não faz mal todo o desconhecimento que me cerca e está ali mesmo no virar da página de um livro que nunca foi escrito. Depois lembro-me e os assuntos anões são agora gigantes. Não tenho pedras suficientes nas mãos para atirar. Eu que nunca matei um urso, nem lutei com um leão. Eu que tenho o meu cabelo castanho e não domino a arte da música. Eu que me afogo no mar do que não sei resolver. Eu que só precisava de entender, de saber um pouco mais de poucas coisas mais. Pegar nos assuntos inacabados, trancá-los em caixas de bronze, com ferrolhos de ferro e perdê-los. Em mim não há força. Quero esquecer que antes de hoje houve outros dias e semanas e meses e anos, num passado que se adensa no calor das horas. Tenho medo de me esquecer. Tenho medo de me esquecer-me. Ainda tenho medo de me esquecer-te. Há um instante de dor aguda que se prolonga num batimento cardíaco sem fim. Saber que não pensaste em mim, que eu não pesei nas tuas contas. As decisões e não-decisões arrasaram-me. Sou um campo de batalha que cheira a morte, carregada de mortos nas mãos. Tombaste. Tiveste mais do que um corpo, mais do que um nome, ainda assim tombaste. Vez após vez, tombaste. Somaste-te ao número das perdas que não recupero e levaste-me contigo. Pedaço após pedaço.  Se ao menos pudesses olhar para mim e ver aquilo em que me tornaste. Um lugar triste, um jardim seco, uma terra árida.

Uma Rapariga Simples

5 comentários:

  1. Obrigada, Carlos, fica mesmo muito bem. :)

    ResponderExcluir
  2. Pois fica!;))Obrigado eu!Espero que não seja a última...;))

    ResponderExcluir
  3. Este blogue é um projeto muito bonito. Sigo-o com gosto. :)

    ResponderExcluir
  4. Incrível!! Como está tudo ali, tudo o que eu quero dizer. Uma excelente carta! :))

    ResponderExcluir
  5. @Uma Rapariga Simples:são cartas como esta, e pessoas como tu, que fazem desde um projecto bonitinho!;)))

    @Orange:Sim, está, mas isso não te libera de escrever o que tens a escrever!;)))

    ResponderExcluir